o espaço das minhas coisas

Quinta, 21 de Março Notícias por Sandra Cerqueira

Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva - Assessoria de Comunicação

Declaração solidária

Você sabia que pode doar até 3% do seu imposto de renda para projetos que ajudam crianças e adolescentes? Basta ao final da declaração destinar o valor para o Fundo da Infância e Adolescência – FIA. A Casa Durval Paiva já foi contemplada com recursos para o projeto Viver Feliz, ampliando o trabalho desenvolvido na classe domiciliar.

 

 

Diagnóstico precoce

A Campanha do Diagnóstico Precoce 2019 da Casa Durval Paiva já circula pelas ruas de Natal em backbus e a partir de 01/04 estará em outdoors, com o patrocínio da CONIACC, chamando a atenção para os sinais de alerta do câncer infantojuvenil e o alto índice de cura quando descoberto cedo.

 

 

Doação do mês

Este mês, a Casa Durval Paiva está com uma campanha que visa receber toalhas de banho na cor branca para os pacientes e acompanhantes hospedados na instituição. Quem quiser colaborar pode ligar para o telefone 4006-1600 ou dirigir-se a Rua Professor Clementino Câmara, 234 Barro Vermelho. Desde já agradecemos.

 

 

Espalhando o amor

As crianças e adolescentes da Casa Durval Paiva receberam a visita do projeto Espalhando Amor, realizado pelo Interact Club de Master Natal-Sul, distrito 4500 do Rotary International, proporcionando uma tarde de diversão com teatro de fantoches e histórias, pinturas faciais, desenhos, músicas e distribuição de brindes.

 

 

De volta à escola

O setor pedagógico da Casa Durval Paiva, em parceria com a SEEC, visando favorecer a continuidade dos estudos de crianças e adolescentes realiza o atendimento pedagógico individualizado de vários estudantes em tratamento por meio de práticas adaptadas, compartilhadas com instituições escolares da rede pública e privada. De acordo com a evolução do tratamento, esses estudantes recebem a liberação médica para voltarem a frequentar a escola regular.

 

Quinta, 21 de Março Variedades por Cid Montenegro

A Verdade dos Fatos, por Cid Montenegro

Qual o motivo? Baseado em que? ZÉ Dirceu está solto?

Vcs acham que Bolsonaro ía matar um vereadora ?  
O melhor é calar, porque o que o que a esquerdalha quer é tumultuar. Cada dia um fato novo.
O melhor é o desprezo, o silêncio, é deixar o presidente trabalhar, vem dando um show. Um pequeno erro faz parte, um ajuste, uma mudança também faz parte. Vamos as reformas, continuar cortando gastos absurdos que serviam para fatiar com os asseclas da bandidagem.
O mundo do bem voltou a aplaudir o Brasil. O G7 está em plena sintonia.
A China em breve Bolsonaro vai lá, ótimas relações, Coreia do Sul, países árabes do petróleo também.
Se a eleiçâo fosse hoje Bolsonaro ganhava com maior margem.
EUA e ISRAEL dois aliados da melhor qualidade. Dois países que tem o que dar e o que ensinar.
Ao contrário de quem tirou do bolso dos brasileiros para roubar em conluio  para doar a países que são cruéis com seu povo como Cuba, Venezuela, Coreia do Norte, Bolívia e demais ...

Vamos dá apoio a Bolsonaro e Mourâo, eu Cid os conheço pessoalmente, (quem conhece sabe das minhas ligações com o Rio de Janeiro ), o Capitão Jair e o general Hamilton são pessoas do bem, de respeito e de vergonha na cara, são militares e o nosso honrado exército sempre se orgulhou deles.
Viva a Marinha, Aeronáutica, as Polícias Federal, Militar, Civil e Rodoviária Federal.
Repito, eles querem fazer de um pequeno limão dez litros de limonada com devaneios, tirar o foco do governo com ajuda de parte da imprensa suja que recebia verba suja, parte de psudos intelectuais e de cantores e atores de médio porte que querem aparecer e terem de volta o dinheiro fácil da lei Ruanet.
Que é válida para ajudar por exemplo Acadêmicos da Rosinha no Rio, Balanço do Morro, Malandros do Samba em Natal e outras.
Nosso amigo e conterrâneo juiz federal Walter Nunes EX presidente da AJUFE Associação dos juízes federais do Brasil  amigo do ministro Sérgio Moro uma reserva moral que entrou para história.

Pois bem, vamos deixa -los no ostracismo, quanto mais responder melhor para os anti patriotas, isso que eles querem.

Falo com FATOS.

Até o próximo.
Cid Montenegro 

Quinta, 21 de Março Variedades por Alcylene Schiavini

TREINAMENTO E APROFUNDAMENTO EM CONSTELAÇÕES FAMILIARES ABORDAGEM SISTÊMICA FENOMENOLÓGICA DESENVOLVIDA POR BERT HELLINGER

O Treinamento e aprofundamento em Constelações Familiares tem como objetivo transmitir conhecimentos teóricos e aplicação prática do método proposto por Bert Hellinger, para Soluções Sistêmicas, propiciando aos participantes maior aprofundamento em seu conhecimento da abordagem para uso pessoal e/ou profissional.
A constelação familiar é um método terapêutico desenvolvido por Bert Hellinger, que revela, trazendo para a consciência, as dinâmicas ocultas dos sistemas familiares responsáveis pelos processos de adoecimento físico, emocional e relacional. Quando as dinâmicas ocultas são reveladas, a ordem pode ser restabelecida e com ela, a saúde, a paz, a harmonia no sistema. Nesse fluxo harmonioso, os excluídos são incluídos, os ancestrais são honrados, cada um ocupa o seu lugar no sistema assumindo seu próprio destino, honrando e respeitando o destino dos outros. Assim todos permanecem unidos e livres!

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES
ALCYLENE SCHIAVINI (84)981318181
SÍLVIA BACELAR (84)987391836
E-MAIL: cursodeconstelacaorn@gmail.com

 

 

Quarta, 20 de Março Variedades por Hildo Oliveira

LENGA-LENGA DA REFORMA

O Governo Federal precisa dos 308 votos do congresso para começar a botar pra frente a possibilidade de aprovar a Reforma da Previdência  Social. Os aliados do governo cooptam apoio dos parlamentares para garantir a reforma ainda nesse primeiro semestre de 2019. 

No entanto, ainda há um impasse politico para assegurar essa aprovação: o Congresso Nacional quer saber como ficará o decreto sobre a reforma dos militares,  que terá a aposentadoria de 30 para 35 anos, para dar prosseguimento às novas mudanças na aposentadoria do trabalhador brasileiro.  

O fato é que a politicagem na câmara e senado traz a dúvida quanto à honestidade e correção dos parlamentares para, realmente, não prejudicar o trabalhador brasileiro com as conquistas já garantidas em seus benefícios. 

Hildo Oliveira

Quarta, 20 de Março Notícias por Kelly Maia

Sesc lança 22ª edição do palco giratório com espetáculos em todo o país

Circuito nacional de artes cênicas inicia a temporada 2019 em Natal. Serão 642 apresentações de 20 grupos em todos os Estados e no Distrito Federal

O Palco Giratório chega a sua 22ª edição com 642 apresentações e 1.382 horas de oficinas, realizadas por 20 grupos artísticos, alcançando 138 cidades brasileiras. O lançamento nacional acontece no dia 28 de março em Natal (RN), em evento para convidados que contará a intervenção musical dos grupos Folia de Rua e Zamberacatu, apresentação do espetáculo “Meu Seridó”, com a atriz Titina Medeiros do grupo Casa de Zoé (RN) e o show “Batuque-se”, de Sueldo Soares. Entre as novidades desta edição está a Cena Expandida – CircuitoEspecial, que promoverá ações com duração estendida como residências e mapeamento de artistas.

“Há 22 anos, o Palco Giratório promove o trabalho de artistas independentes e manifestações artísticas diversificadas, como dança, circo, teatro, intervenções urbanas e suas interfaces. Além de permitir que os artistas apresentem seus espetáculos em todas as regiões brasileiras, contribui para a formação de público e democratização do acesso à cultura”, destaca Mariana Pimentel, analista de artes cênicas do Departamento Nacional do Sesc.

Os artistas são selecionados por meio de uma curadoria formada por 33 profissionais do Sesc de todo o Brasil. A partir de critérios como diversidade de linguagem, regiões do país, faixa etária e trajetória dos artistas, a curadoria mapeia questões e tendências latentes no contexto atual das artes cênicas brasileiras. 

“A proposta é destacar questões presentes na contemporaneidade por meio da arte: a importância do diálogo, da empatia, do encontro das diferenças, a visibilidade negra, a cultura indígena, as questões do feminino, a diversidade, são algumas das temáticas presentes este ano”, reforça Vicente Pereira Júnior, analista de artes cênicas do Departamento Nacional do Sesc. 

        Nas Cenas Expandidas, Andreza Nóbrega da Vouver Acessibilidade (PE/SC) fará sessões acessíveis, com recursos de audiodescrição, além de uma oficina de teatro focada na relação entre o corpo e acessibilidade. O Cabaré das Rachas, um grupo formado por palhaças de Brasília, convocará artistas/palhaças locais para a construção coletiva de um espetáculo. E no “Performance preta no Brasil: mapeamento, escuta e mediação crítica”, a dupla Saraelton Panamby e Dinho Araujo (MA) desenvolverá junto aos artistas locais um trabalho de pesquisa e ação formativa com propósito de provocar diálogos e vivências sobre a cena negra no país.

Alguns destaques para o público infantil: o espetáculo para bebês “Voa”, do Coletivo Antônia (DF), e o “Tandan!”, da Cia Etc. (PE), que apresentará para o público infantil uma experiência de imersão em dança a partir de estímulos sensoriais.  Na linguagem da dança o Palco contará com a Cia. Suave/ Alice Ripoll (RJ), Gumboot Dance Brasil (SP) e Jessé Batista (AL), com trabalhos que ressignificam as danças urbanas no contexto brasileiro.

Também estão na programação, os grupos 1Comum Coletivo (RJ), Cavalo Marinho Estrela de Ouro (PE), Chocobrothers (SP), Cia Casa Circo (AP), Manada Teatro (CE), Dramaturgia Diones Camargo (RS), Quimera Criações Artísticas e Teatro Ateliê (RS), Soufflé de Bodó Company (AM) e Teatro Público (MG).

Ações Formativas

Além dos espetáculos, o Palco Giratório promove ações formativas a partir de técnicas e processos criativos dos grupos que integram o projeto: Oficinas, atividades abertas para todos e não apenas para os que possuem formação artística;  Intercâmbio, encontro entre um grupo do Palco Giratório e um grupo local para troca de ideias, experiências, técnicas, metodologias e processos criativos; Pensamento giratório, momento para reflexão e discussão aberta ao público que conta com a participação de um grupo do Palco Giratório e de um convidado especial para uma mesa-redonda.

RN no Palco Giratório

Em 2006, o grupo Clowns de Shakespeare estreou a participação potiguar no projeto com “Muito Barulho por quase Nada" e "Roda Chico". Desde então, o talento potiguar tem sido constante no Palco Giratório com as participações, em 2015 com os grupos: Gira Dança e o espetáculo "Proibido Elefantes" e o grupo Estação de Teatro com "Guerra Formigas e Palhaços". Em 2016, o grupo Carmin rodou o país com "Jacy" e o grupo de Mossoró Cia Pão Doce de Teatro com a peça "A Casatória c'a Defunta”. Em 2017, foi a vez de Alexandre Américo com "cinzas ao Solo" e mais uma vez o grupo Clowns de Shakespeare com "Abrazo".

Em 2018, a Cia Trapiá de Caicó circulou com a peça "P'S", e este ano, o “Meu Seridó” da Casa de Zoé marca o 5º quinto ano consecutivo emplacando grupos e artistas do RN no maior projeto de intercâmbio, circulação e difusão das artes cênicas no país. Mais informações estão disponíveis nowww.sescrn.com.br/palcogiratorio

Quarta, 20 de Março Notícias por CONTEXTO Comunicação

Outback realiza sonhos com a Make-A-Wish® Brasil no Bloomin’ Day 2019

Venda líquida da cebola gigante Bloomin’ Onion será revertida à organização que torna realidade os sonhos de crianças com doenças graves
Hoje, a famosa cebola gigante do Outback Steakhouse terá um sabor ainda mais especial: quem pedir o aperitivo ajudará a realizar sonhos. Na data, acontecerá, simultaneamente, nas 95 unidades da rede no Brasil, o 13º Outback Bloomin’ Day, ação beneficente que reverterá toda a renda liquida da Bloomin’ Onion para a instituição Make-A-Wish® Brasil, que tem como missão a realização d e sonhos de crianças com doenças que colocam em risco as suas vidas, enriquecendo a experiência humana com esperança.
Esse é o segundo ano em que o Outback e a Make-A-Wish® Brasil estão juntos no Bloomin’ Day. Na edição anterior, a ação arrecadou R$ 144.516,16 e, com esse valor, foram realizados 41 sonhos de crianças da instituição. Esse ano, o objetivo é superar esse número.
“Para nós, o Bloomin’ Day em prol da Make-A-Wish® Brasil é imensamente recompensador. Ver o brilho nos olhos das crianças que têm seus sonhos realizados graças aos nossos clientes é algo que enche o coração de alegria e esperança”, diz Renata Lamarco, diretora de Marketing do Outback Steakhouse. “Nós doamos todo o nosso trabalho, produtos e boa vontade para essa ação . E, mais um ano, queremos contar com nossos clientes para pedir uma Bloomin’ Onion no dia 20 de março e, assim, ajudar a tornar sonhos realidade”, finaliza.
Muitas instituições, de diferentes causas sociais, foram beneficiadas nas 12 edições anteriores do Bloomin´ Day, entre elas o Médicos Sem Fronteira e Doutores da Alegria. Para Salim Tannus, diretor executivo da Make-A-Wish® Brasil, a iniciativa celebra o poder dos sonhos em nossas vidas. “Ter um sonho realizado é uma forte injeção de esperança, principalmente na vida daqueles que precisam dela para continuar acreditando”, diz.
Para participar desse movimento, basta ir a um dos restaurantes Outback do Brasil no dia 20 de março e consumir uma cebola gigante Bloomin’ Onion (R$ 49,90). Para saber mais acesse: www.outback.com.br/bloominday.
Sobre o Outback Steakhouse
A rede Outback Steakhouse possui 95 restaurantes no Brasil, está presente em 39 cidades, 15 Estados brasileiros e Distrito Federal. No mundo está em 22 países entre Américas, Ásia e Oceania. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 1997. Com seus cortes de carne especiais e aperitivos icônicos como a Bloomin' Onion, o Outback caiu no gosto do brasileiro pela qualidade e sabor ma rcante da sua culinária, somados à descontração no atendimento e às instalações aconchegantes.

Contexto Comunicação

Assessoria de Comunicação

Ana Paula Silva - (84) 4141.2173/(84) 99909.6782

anapaula@contextocomunica.com.br

Siga-nos no Instagram@contexto_comunica

Quarta, 20 de Março Variedades por Nathy Passos

As Cores da Vila com Coletivo Aboio