o espaço das minhas coisas

Segunda, 21 de Dezembro Notícias por Sandra Cerqueira

Durval Paiva - informações

 Destinação do Imposto de Renda pode ajudar crianças com câncer

A doação pode ser feita até 31 de dezembro para o do Fundo da Infância e da Adolescência – FIA.

Declarar Imposto de Renda é uma obrigatoriedade para milhões de brasileiros, mas o que muitos contribuintes não sabem é que a destinação de parte dos recursos pode ajudar projetos sociais e transformar o futuro de centenas de crianças e adolescentes, como as que são acolhidas pela Casa Durval Paiva. Para isso, é necessário fazer uma doação, através do Fundo da Infância e da Adolescência (FIA) até o dia 31 de dezembro e lançar o valor na declaração de Imposto de Renda, sem nenhum ônus extra para o declarante.

A iniciativa é amparada pela Lei Federal 8.069/90, que permite a destinação de até 1% do imposto de renda devido, para pessoas jurídicas, por meio do FIA, em benefício dos projetos sociais, utilizando o Modelo Completo, com imposto a receber ou imposto a pagar, e fazendo a contribuição às crianças, por meio dos projetos aprovados pelo Fundo.

A Casa Durval Paiva, atualmente, tem dois projetos em andamento com recursos do FIA, são eles: “Arte Viva: Conhecendo e vivendo sem as drogas”, que promove a sensibilização de crianças, adolescentes e acompanhantes acolhidos pela Casa, bem como dos seus colaboradores, sobre a prevenção do uso de drogas licitas e ilícitas, e o “Viver Feliz”, que garante a continuidade do processo de escolarização de crianças e adolescentes com câncer e doenças hematológicas crônicas em tratamento.

Como funciona a destinação: uma parcela do imposto devido pelo contribuinte que iria para a União será encaminhada diretamente para o Fundo designado pelo doador. Assim, a doação não acarreta um aumento do ônus fiscal para o contribuinte, pois trata-se de uma renúncia fiscal do Tesouro para projetos sociais. Os valores são registrados e comprovados diretamente junto à Receita Federal, mediante a emissão e pagamento do DARF, gerado pelo próprio programa da Declaração de Ajuste Anual (Modelo Completo).

Além de pessoas jurídicas, os contribuintes pessoas físicas podem doar até 6% do IR, desde que optem pelo Modelo Completo da Declaração do Imposto de Renda e que a destinação tenha sido feita no ano-base da declaração, ou seja, de 01 de janeiro até 31 de dezembro. Nesse último caso, a pessoa fará uma doação direto para o Fundo da Infância e Adolescência, solicitando um recibo da doação. Quando chegar o momento da doação (entre março e abril do ano seguinte), a pessoa clica em “doações efetuadas” e declara normalmente o seu imposto de renda.

Dados para doação

Fundo para Infância da Adolescência de Natal

CNPJ: 14778345/0001-85

Conta corrente: 10.609-7

Agência: 3795-8

Fundo da Infância e Adolescência – FIA

É um fundo especial que tem como objetivo financiar projetos sociais que atuem na promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. Os recursos são aplicados exclusivamente nessa área e os projetos são selecionados mediante edital público, gerido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - COMDICA.

Casa Durval Paiva

A Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva é uma entidade sem fins lucrativos, formada por voluntários e colaboradores, sustentada por doações e gestos de solidariedade da sociedade. Além de apoio ao tratamento, como hospedagem, alimentação, medicação e transporte, os pacientes participam de diversos projetos e recebem o apoio de uma equipe multidisciplinar que acolhe e ajuda os pacientes e seus familiares a superarem os momentos difíceis e a lutarem pela vida. Conheça outras ações e projetos desenvolvidos pela Casa em  https://www.casadurvalpaiva.org.br/

 

 

Segunda, 21 de Dezembro Notícias por Raphael Albuquerque

INFORME CBTU

*Funcionamento dos Trens Urbanos de 24 a 26/12*

 

A CBTU informa que, na quinta-feira (24/12) o sistema de trens urbanos funcionará em horário especial, com a última viagem saindo de Natal em direção à Parnamirim às 15h24 e às 15h50 com destino à Ceará-Mirim. Na sexta-feira (25/12) e no sábado (26/12), não haverá circulação de trens.

 

O sistema volta a operar normalmente na segunda-feira (28/12), a partir das 05h05 na Linha Norte, no percurso Ceará-Mirim/Natal e das 05h35 na Linha Sul, no percurso Parnamirim/Natal. 

             

Mais informações no 3221-3355

Segunda, 21 de Dezembro Notícias por Fecomércio - ass. imprensa

Mais da metade dos natalenses e mossoroenses irão às compras de Natal e gasto médio deste ano será maior que em 2019

 Pesquisa da Fecomércio RN aponta que, apesar da redução no número de pessoas dispostas a comprar, ticket médio será maior na capital e na cidade oestana 

Chegou o fim de ano, período mais esperado pelos comerciantes e lojistas. O Natal é a data mais lucrativa do comércio brasileiro e em tempos de pandemia, toda oportunidade de venda é válida. Para entender como o consumidor de Natal e Mossoró, as duas principais cidades do estado, o Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos da Fecomércio RN (DEES) realizou uma pesquisa entre os dias 20 de novembro e 1º de dezembro, entrevistando mais de 1100 pessoas para saber a intenção de compras no período natalino. Em Natal, 55,2% dos entrevistados pretendem efetuar compras de Natal, o número é quase 12 pontos percentuais menor que em 2019, quando 67,1% tinham pretensões de adquirir produtos visando a data. Já em Mossoró, 51,5% dos consumidores pretendem ir às compras, queda de 14,5 pontos percentuais em relação a 2019. Os presentes serão destinados, na grande maioria, a filhos, mães e cônjuges.  

Para aqueles que não pretendem presentear no Natal, a principal justificativa é a falta de dinheiro, o desemprego e outros utilizarão para pagar dívidas e contas.  Os consumidores que irão às lojas, estarão procurando por, principalmente roupas e brinquedos, no qual os índices foram muito próximos em Natal e em Mossoró. Na capital potiguar, segue o ranking dos produtos mais desejados: calçados (16,9%), perfumes e cosméticos (15,1%), eletrônicos (7,5%). Em Mossoró, são os perfumes/cosméticos (21,5%), calçados (19,2%), acessórios pessoais (6,5%). 

O período natalino apresenta um consumo maior por parte dos consumidores, onde eles têm a intenção de comprar mais um presente. É o que mostra a pesquisa do DEES/Fecomércio RN, em Natal verificou que a cada dez pessoas, seis (60,8% dos entrevistados) pretendem comprar até três produtos, e 38,9% almejam comprar quatro ou mais itens nas compras para a data. Em Mossoró, a pesquisa apontou que a maioria dos entrevistados pretende comprar no máximo três presentes, sendo que 27,6% dois itens, 22,2% três itens e 18,4% um item. Aqueles que pretendem comprar quatro ou mais somam 31,8% das intenções.

Dessa forma, o ticket médio do consumidor natalense nas compras será de R$ 316,27, um valor 1,8% maior que o registrado no ano passado (R$ 310,67). Já em Mossoró, o valor também teve um aumento, sendo de R$ 298,18 em 2020, contra R$ 287,88 em 2019 (aumento de 3,6%). O que irá ajudar o consumidor a decidir qual presente comprar, segundo os estudos, é o preço do produto, desejo da pessoa presenteada, qualidade do produto e descontos/promoção da loja. Porém, antes de efetuar a compra, mais de 70% dos consumidores irão fazer pesquisa de preço, em Natal e em Mossoró. 

Para pagar as compras, o cartão de crédito será usado por mais de 50% dos entrevistados. Quanto aos locais para comprar, os natalenses e mossoroenses divergem na escolha. Em Natal, os shoppings são a preferência de 53% dos consumidores para as compras de Natal. Em segundo lugar aparece o comércio de rua (27,7%), seguido das compras pela internet (16,6%), em sites ou aplicativos de lojas nacionais (67,2%) ou lojas locais (32,8%). Já em Mossoró, 50,2% dos entrevistados pretendem adquirir produtos em lojas do comércio de rua, 32,6% declarou que planeja consumir em lojas de shopping, e em terceiro lugar, está a internet, com 14,9% da preferência. O que irá definir o local de compra é o nível de preço e variedade de produtos, por exemplo.  

 

Celebrações e 13º 

Neste ano, quase 60% dos consumidores natalenses e mossoroenses afirmaram que pretendem comemorar a data em casa. Além disso, as pesquisas mostram que cerca de 15% manifestaram a intenção de viajar neste final de ano, e a maioria pretendem visitar destinos no próprio Rio Grande do Norte.  

Em Natal, 37,9% dos consumidores pretendem fazer uso do 13º salário para compras de final de ano. Outros destinos dessa remuneração devem ser o pagamento de dívidas (34,3%), poupar ou economizar (31,1%) e guardar para compromissos de janeiro (19,4%). Apenas 4,9% pretendem gastar nas férias. Em Mossoró, a renda extra será utilizada, principalmente, para quitação de dívidas, segundo 43,7% dos entrevistados. Cerca de 41,4% afirmaram que utilizarão para compras de natal.

Confira as pesquisas na íntegra em fecomerciorn.com.br/pesquisas

compra

Itens mais procurados

60%
25% Brinquedos

16,9% Calçados
15,1% Perfumes e Cosméticos
7,5% Eletrônicos

60,8%
irão comprar até
3 presentes

38,9%
irão comprar 4
+

ou mais presentes

37,9%

34,3%
Pagamento de dívidas

31,1%
Poupar ou economizar

Shoppings

Comércio de rua
27,7%

Compras
pela internet
16,6%
53%

Sites e apps de
lojas nacionais
67,2%

Sites e apps
de lojas locais
32,8%

70,9% irão fazer pesquisa R$ 316,27 R$ 310,67
2019 2020
Gasto médio

66% foram às compras
51,5% irão às compras

2019
2020

Compras de final de Ano

Filhos
60,2%

Mães

Roupas

42,9%

Cônjuges
37,5%

Os mais presenteados Uso do 13o salário

Locais de compra

Itens mais procurados

60,5%
26,1% Brinquedos

Calçados

21,5% Perfumes e Cosméticos
19,2%

68,2%
irão comprar até
3 presentes

31,8%
irão comprar 4
+

ou mais presentes

41,4%

43,7%
Pagamento de dívidas

Shoppings

Comércio de rua
50,2%
32,6%

Compras pela
Internet
14,9%

72,3% irão fazer pesquisa R$ 287,88 R$ 298,18
2019 2020
Gasto médio

Intenções de Compras para o Natal

67,1% foram às compras
55,2% irão às compras

2019
2020

Compras de final de Ano

Filhos
53,3%

Mães

Roupas

42,2%

Cônjuges
38,3%

Os mais presenteados Uso do 13o salário

Locais de compra

Segunda, 21 de Dezembro Notícias por LBV

LBV conclui entrega de 97 toneladas em doações para famílias de baixa renda no RN

A iniciativa solidária assiste mais de 9.750 pessoas em 10 munícipios neste Natal 

A Legião da Boa Vontade (LBV) conclui a entrega de cestas de alimentos não perecíveis a milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social e em risco alimentar em 175 cidades brasileiras. As doações foram arrecadadas por meio da edição 2020 da tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia! Além dos alimentos, as famílias também vão receber kits de limpeza para continuar se prevenindo do novo coronavírus.

A mobilização social beneficiará famílias atendidas ao longo do ano pela Instituição e também as assistidas por organizações parceiras que são assessoradas pela LBV. A iniciativa, que tem o objetivo de proporcionar a elas um Natal melhor e sem fome, conta com o apoio de colaboradores, voluntários e parceiros. 

No Rio Grande do Norte, a Entidade assistiu famílias beneficiadas pelos seus serviços de convivência e fortalecimento de vínculo na capital potiguar, e nos munícipios de Baia Formosa; Macaíba; Pedro Avelino; Pedro Velho; São Tomé; Canguaretama; Taipu, Nísia Floresta e São Miguel do Gostoso. Totalizando mais de 3.250 cestas de alimentos e kits de limpeza, impactando 9.750 pessoas assistidas neste Natal.

A entrega das doações foi de forma organizada e seguindo todas as recomendações das autoridades de saúde, como manter o distanciamento de 1,5 metro por pessoa, o uso de máscara, luvas, álcool em gel 70% e higienização das embalagens. 

Ação solidária

Vale ressaltar que são entregues 50 mil cestas de alimentos e 50 mil kits de limpeza, em todo o país.

Quem puder ajudar, ainda dá tempo. Entre no site www.lbv.org ou ligue para o telefone 0800 055 50 99 para participar dessa iniciativa. Para saber como está ocorrendo a entrega das doações em todo o Brasil, basta acessar o endereço @LBVBrasil no Instagram, no Facebook e no YouTube.

Domingo, 20 de Dezembro Notícias por Diogo Damásio

Informe Midway Mall

Shopping Midway Mall terá horários especiais de funcionamento

A partir deste domingo, 20, o Midway Mall terá alguns horários especiais no período de Natal e ano novo.

HORÁRIO ESPECIAL DE NATAL E ANO NOVO NO MIDWAY MALL:

* Domingo, dia 20 ....: 10h às 22h

* Dia 24.....................: 10h às 19h

* Dia 25/12  (feriado): aberto a área de Alimentação e Lazer das 11h às 22h, em regime facultativo, e o Cinemark conforme sua programação. Demais lojas fechadas.

* Dia 31......................: 10h às 18h

2021

* Dia 1º de janeiro/21 (feriado): Funciona apenas o Cinemark. Clientes terão acesso pela portaria do piso G5. Demais lojas fechadas.

* Dia 6 de janeiro/21 – (feriado): horário normal de domingos/feriados

Sexta, 18 de Dezembro Notícias por Michelle Rincon

Informe Unimed

*Médico cooperado da Unimed Natal lança livro de literatura infantil*

 

O médico cooperado e conselheiro técnico da Unimed Natal, o dr. Damião Nobre está lançando o seu primeiro livro infantil de ficção: “O Milagre do Livro na Terra de Para Sempre”. A obra é patrocinada pela cooperativa via lei de incentivo Djalma Maranhão. 

O livro conta a estória de Vicente, o Príncipe da Serra do Mar, que sai das páginas do livro chegando ao mundo real, incomodado com as pessoas que perderam o hábito de leitura. De forma audaciosa ele passa a lutar para mudar a situação. Durante sua trajetória, aparece a Princesa Clara dos Olhos de Cristal, que o ajuda a viver essa fábula encantadora desenvolvida pelo autor, despertando o prazer pela leitura. 

Parte dos exemplares foi entregue para o Hospital Infantil Varela Santiago para que seja distribuída em troca de doações para a instituição. Os interessados podem procurar a Central de Doações do HIVS pelos números: 3209 8235, 99184 7322, 98611 7587. A outra parte será entregue para escolas públicas e privadas de forma que seja estimulada a leitura.

Quinta, 17 de Dezembro Notícias por Elaine Vládia

CMN aprova incentivo a 1º emprego e campanha sobre epilepsia em Natal

Projetos de Lei de autoria do vereador Dickson Júnior seguem pra sanção da Prefeitura

Nesta reta final de 2020, o vereador Dickson Júnior (PDT) teve mais duas matérias aprovadas que ele considera de grande importância em áreas essenciais da sociedade. Nesta quarta-feira (16), os vereadores apreciaram, em regime de urgência, e aprovaram os PLs 391/2020 e 394/2020 que versam, respectivamente, sobre a instituição da Semana da Orientação Profissional para o Primeiro Emprego e uma Campanha Municipal Informativa para Empresas sobre Epilepsia.

“Fico muito feliz com o engajamento dos colegas vereadores para encerrarmos esse mandato tão atuante deixando mais legados para nossa cidade. Tivemos uma das maiores produtividades legislativas da casa, com matérias em sintonia com as necessidades dos natalenses, e temos certeza que os projetos de lei aprovados hoje também trarão novos horizontes na política da juventude e emprego e renda, assim como de igualdade de direitos na nossa cidade”, enfatiza o edil.

Pelo Projeto de Lei 391, que também oficializa o programa no calendário oficial de Natal, o Município fica autorizado a instituir a Semana da Orientação Profissional para o Primeiro Emprego, a ser realizada, anualmente, na primeira semana de novembro de cada ano, nas escolas públicas de Natal, quando deverão realizar atividades destinadas à orientação profissional dos alunos devidamente matriculados, dos quais já preencham o requisito de idade mínima, para exercer atividade laboral. As atividades consistirão em exposições, palestras, entrevistas, discussões em grupos e demais estratégias didáticas disponíveis.

O conjunto de atividades tem o objetivo de: I - informar aos estudantes quais são as principais profissões existentes no mercado de trabalho e seus requisitos para ingresso; II - esclarecer os estudantes a respeito das atribuições e tarefas das principais profissões existentes no mercado de trabalho; III - apresentar e esclarecer dúvidas acerca da Lei Federal nº 10.097, de 19 de dezembro de 2000, conhecida como Lei da Aprendizagem;

IV - elucidar dúvidas sobre os contratos de aprendizagem; e V - informar sobre as agendas, associações profissionalizantes, programas, órgãos e/ou

entidades que incentivam a contratação de menores aprendizes.

 

“O Brasil hoje vive um momento de grande crise econômica, sendo a manutenção dos postos de trabalho, um dos primeiros aspectos sociais a sentir os seus efeitos. Segundo o Banco Mundial, 52% da população jovem brasileira, quase 25 milhões de pessoas, estão desengajadas da produtividade. Esta proposição tem por objetivo facilitar o acesso ao mercado de trabalho destes milhares de jovens que buscam o primeiro emprego, através da orientação profissional e do debate sobre o tema, dando condição a eles de ingressar no mundo do trabalho quando atingirem a idade prevista por lei”, destacou em justificativa o vereador.

Pelo Projeto de Lei 394, a Prefeitura do Natal fica autorizada a realizar a Campanha Municipal Informativa para Empresas sobre Epilepsia na semana em que acontece o Dia Mundial de Conscientização da Epilepsia, dia 26 de Março. Tem como objetivos: I - Levar informações sobre a epilepsia para empresas a fim de diminuir o estigma sobre a doença; II - Encorajar a contratação de pessoas com epilepsia III - Promover a educação de empresários e empresárias e de funcionários e funcionárias sobre o que fazer quando alguém tem um episódio convulsivo devido à epilepsia.

A Campanha pode realizar palestras e eventos em parceria com empresas e organizações da sociedade civil, tanto no setor público quanto no privado, bem como distribuir material informativo. “O mercado de trabalho pode ser muito difícil para a pessoa com epilepsia. Acreditamos que a informação e a educação são o melhor caminho para o combate a preconceitos. O Poder Público tem o dever de promover ações informativas e educativas para que a sociedade se torne um espaço mais inclusivo e menos segregador. A realização dessa Campanha é um passo importante no combate à estigmatização das pessoas que têm essa condição de saúde porque atua no sentido de informar e educar, reconhecendo a dificuldade que essa parcela da população tem de entrar e permanecer no mercado de trabalho e agindo no sentido de buscar eliminar ou ao menos diminuir esse problema”, ressalta Dickson Júnior.