Terça, 15 de Janeiro Que Situação por Flávio Rezende

Eterno mimimi

Tempos atrás, quando o PT deitava e rolava, a grande maioria da população não dava muito cabimento para política. Só no período eleitoral é que se comentava um pouco, mesmo assim sem muito antagonismo.

Neste tempo pouca gente sabia que por baixo do pano o PT realizava um trabalho de cooptação, via grana, de todos os atores da vida nacional.

Quando veio a tona o babado todo, o PT já havia dominado a classe empresarial, política, parte do judiciário, imprensa, ONGs, entidades classistas, fundos de pensão, carnavalescos, artistas, universitários, enfim, estava praticamente todo mundo dominado.

Uns poucos que resistiram, são hoje execrados pelos petistas remanescentes, numa tentativa sôfrega de denegrir a imagem de quem enquadrou a petezada, e enviou seu líder para um espaço reduzido e limitado na fria Curitiba.

Pois bem, hoje os petistas se chateiam com que pensa diferente, se manifesta, vota contra, aponta o dedo e baixa o cacete nas mazelas já sabidas e nas que ainda saberemos do partido corrupto.

Algumas pessoas, diante do quadro generalizado de opinião para lá, para cá, gente levantando a voz, apontando caminhos, defendendo uns e outros, num Fla X Flu que não para, se chateia e pergunta se isso não vai mais parar.

Creio que não. O País está politizado, como sempre desejou a massa petista. Agora que todos estão participando, mostrando o que pensa e dizendo em que acredita, a petezada começa a dizer que a culpa é disso e daquilo, fazendo o que mais gosta: terceirizar desculpas.

Caso o Partido dos Trabalhadores tivesse feito o que prometeu, acabar a corrupção, colocar na cadeia os agentes públicos e privados ladrões, certamente estaríamos só discutindo coisas mais conceituais e filosóficas.

Foi o PT apontar o dedo para todo mundo, acusar quem não era vermelho de ladrão e, depois ser descoberto totalmente desbotado na maré dos malfeitos, acordou a massa, despertou a nação, que revelou indignação e seu verdadeiro perfil: conservador.

Agora o povo, não se contenta apenas em tirar o PT do poder. Quer muitas coisas diferentes.

Fazer o que? O mimimi agora não vai mais parar.

Que situação, rapá...

Quinta, 27 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Tem petista normal, claro. Tem medial. E tem petista sacolão, daquele modelo que é  melhor nem cruzar.
Estava tomando um café com a família quando aponta no horizonte um modelo baixo astral ao cubo.
De longe já cumprimentei. Nada. Mais perto repeti gentileza. Zero. Quase frente a frente falei: - tudo bem?
- tudo podre...
E fez uma cara horrível. A energia do ambiente caiu treze pontos na Escala Civilidade.
Antes que alguém pergunte o que o PT tem a ver, respondo.  Tem, sei disso. Ela está reagindo a eleição do 17.
Pelo visto vai enfartar nos primeiros meses. O governo nem começou e já está quase vomitando, avalie depois.
Que situação, rapaz...

Quinta, 20 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Interessante que as tentativas para soltar Lula são sempre na véspera de algo, sempre de uma maneira estratégica, e de repente, os advogados já aparecem, imediatamente após com as solicitações com quase 50 laudas, como se pudessem ser produzidas em minutos.
E a turma do PT ainda reclama do judiciário, quando na verdade tem a seu dispor vários deles, devidamente contabilizados, certamente enquadrados, ou por gratidão, ou por grana, ou pela não revelação de segredos vários.
Enfim, apesar do PT e dos seus ministros e juízes militantes e cooptados, alguns ainda revelam disposição de barrar as milhares de tentativas de soltar o ladrão.
Que situação, rapá...

Quinta, 20 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Posts diversos

O PT sempre fica medindo as indicações do quintal alheio, fofocando sobre a falta de diversidade.
O time de Fátima parece ser predominantemente masculino, branco, não reconheço nenhum homossexual, deficiente, índio, pobre, enfim, parece que vai ser o secretariado elite branca, uma vez que são todos muito bem de vida.
Pois é, falar é bom, fazer parece não ser coisa do PT. Lembro de Lula, chamou todo mundo de ladrão, terminou virando o maior, o big, o chefão do maior esquema criminoso do Brasil.
Que situação, rapaz...

Partidos que se posicionam contra a prisão em segunda instância, como PT e comunistas, enganam povo com discurso elitista, uma vez que só milionários como Lula conseguem pagar advogados para postergar a execução de suas sentenças.
Defender essa posição é ficar ao lado da injustiça, do crime, consolidando com essa postura a percepção para parcela significativa da população, que essas agremiações partidárias são na verdade, organizações criminosas, daí a defesa a todo custo, dos seus meliantes reclusos.
Que situação, rapaz...

Decisão como a desse ministro só serve para alimentar a vontade de uns de fechar tudo e tacar esses cabras na cadeia. 
Que situação, rapá...

O que chateia em João de Deus é ele ter acesso na sala blacksex a tantos políticos corruptos e não ter metido o dedão no orifício de nenhum. 
Tivesse feito teria algumas penas atenuadas, certamente. 
Que situação, rapaz...

Estão proibindo tantas coisas para quem vai ver a posse do 17, que seria melhor mudar local para a praia de Tambaba. 
Que situação, rapá...

Tem pessoas que gostam muito de mostrar certos dotes que tem. Sejam músculos, peitos, bundas ou objetos materiais.
A polícia parece igualmente gostar de revelar que está chegando, sirenes, derrapadas, convocação da imprensa, etc. 
Estes dias fizeram tanto alarde sobre Cesare, que o cabra pinotou fora.
João de Deus só não sartou por causa do advogado que o convenceu que seria pior.
Seus espíritos tarados conseguem bulinar na invisibilidade, já ele, médium de mão boba, não conseguiria ficar escondido tanto tempo e terminaria com condenação maior.
Parece que para alguns, vale mais a sirene, o bafafá, que a efetividade.
Eita Brasil místico, louco, amostrado, pátria das panelas, sirenes, médiuns apequenados, gurus do amor excitados, políticos endinheirados, deputados mal afamados, cubanos promovidos, artistas bombados, jogadores endinheirados, terra de Pinóquios, espaço de mutretas, lulas que viram sardinhas, humoristas cheios de piadinhas, um espaço muito além, aquém de qualquer definição, um terreiro, um mosquiteiro, um mosteiro, uma indefinição.
Doutores equivocados, magos best sellers, jornalistas cheios de si, veículos em demasia, trens urbanos fora dos trilhos, muitas cores e aromas, tem cuscuz, tem tapioca, tem café, tem açaí, prostituta filósofa, Chauí ninguém entende, Suplici é reverenciado, tem Neymar no seu quadrado, uma pátria muito louca, resumo de tudo que é possível, o Brasil não se explica, o Brasil é uma zica. 
Que situação, rapaz...

As câmaras municipais são máquinas de sugar dinheiro público. Devemos extinguir e eleger pessoas vereadoras apenas para legislar duas vezes por semana, voluntariamente, sem assessores, sem comissões, sem TV, FM, nada disso serve para nada.
Faríamos uma estrutura com funcionários poucos, ágil, operante e pronto, enxuta ao máximo. 
Assembleias idem. Congresso Nacional pode funcionar de maneira enxuta também. 
Tribunal de Contas só com técnicos, nada de apaniguados, cheios de comissionados. 
Precisamos reduzir tudo, extinguir, decapitar a máquina que nos tortura e mata.
Que situação, rapaz...

A gente vai pagar um boleto de mais de cinco mil, o banco não deixa. Temos que ir lá pedir a bênção. 
Vamos sacar mais de mil, a máquina se aborrece e não deixa, pensa que não temos essa grana ou que estamos querendo surrupiar. 
Aí João de Deus mete a mão onde não deve e do dia para a noite retira 35 milhões de suas contas para gastar com advogados ou numa fuga. 
Esse cabra é um mão fina danado.
Que situação, rapaz...

 

Quinta, 22 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Recuperação? ADVOGADOS acreditam

Ligo a TV e ouço uma advogada falando que precisamos valorizar as medidas protetivas, socioeducativas etc. 
É o discurso do advogado, que assim ganha em cada etapa dessa, tendo oportunidade de ampliar honorários e dobrar salários com medidas cada vez mais solidárias aos criminosos. 
A sociedade precisa e clama por medidas protetivas para si e sabe que são raros os casos em que essas medidas funcionam de fato regenerando meliantes, estando farta de constatar que essas medidas tem dado sim liberdade para novos crimes, assaltos e estupros,  tornando seus beneficiários empoderados na criminalidade e na repetição sistemática de seus malfeitos.
Depois dos 50 temos oportunidade de ver o que funciona e o que é só filosofia, chegando a conclusão aos 57 que esses pilantras só mudam ou por Jesus ou por um sistema prisional duro,  como duro e insensível eles são na hora que estão armados, drogados e cheios de vontade de exterminar vidas e colecionar objetos. 
Que situação, rapaz..

Quinta, 22 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Posts diversos

Acordo para a vida e zapeando por grupos de Watts vou vendo considerações sobre a Black Friday. Uns indicando, outros alertando, quando leio um atrás de botecos com promoção e, outro, pasme, querendo saber se haverá promoção de periquitas em algum estabelecimento de recursos masculinos. 
Venho percebendo o crescimento vertiginoso dessa invenção americana, mas jamais imaginei que chegasse a tanta penetração. 
Que situação, rapá...

A lei do Karma preconiza que toda ação corresponde a uma reação. 
Os nomeados por Bolsonaro em algumas áreas são as pessoas mais capacitadas para buscar reparar danos ao patrimônio público e identificar malfeitores. 
Até nas relações exteriores o cabra vai caçar corruptos. Ponto positivo máximo. 
O brasileiro foi sacaneando demais por pessoas em áreas diversas e só a punição inibirá continuidade. 
Fico imaginando se Haddad tivesse vencido. Certamente estaríamos assistindo um desfile de nomeações para fazer justamente o contrário. 
Seria o paraíso da impunidade, a soltura dos indecentes, o governo dos corruptos. 
Ave Maria, que livramento tivemos.
Que situação, rapá...

Uma amiga querida e feliz foi barbaramente morta no interior. Outra amiga queridíssima foi assaltada na UFRN, setor II, batalhadora incansável, assisto todos os dias notícias tétricas de mortes, assaltos, estupros, violências. 
Não acho que a educação vá inserir esses monstros no mundo do arrependimento. Vejo impassível eles tendo mais chances de repetir erros, fazer mais vítimas, ampliar maldades, dobrar vítimas, emparedar seres, matar mais, roubar muito mais, sob a advocacia das esquerdas, a benevolência dos direitos humanos, a complacência dos padres e petistas boffianos. 
Queria não ter razão, não pensar assim, não chegar a essas conclusões, mas a realidade é uma, filosofia outra. 
Se for pelo ideal educacional e religioso, assistiremos desfile de funerais, rezas em profusão, mortes em duplicação. 
Bandidos só com reclusão, penas severas, restrição de liberdade, eis a realidade. 
Que situação, rapá...

Sexta, 16 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Posts diversos

Se os médicos cubanos pudessem falar o que querem em uníssono diriam: governo cubano vá a PQP...
Que situação, rapá...

Tenho prestado atenção a Lula nos julgamentos. O capo é assistido por advogados diversos, caríssimos, mas só diz besteiras, inconsistências, babaquices, mostrando claramente sua arrogância, culpa e falta de preparo para situações sérias. 
Lula vai passando para a história como um papudinho piadista, malandro, ilusionista, encantador de devotos telettubies, uma decepção. 
Vai colecionar penas.
Que situação, rapá...

Os petistas parecem que não se tocam que perderam o poder. 
Toda indicação ficam de mimimi.
O governo é outro, não ganhou para fazer o mesmo, ganhou para mudar tudo. 
Está até decepcionando muitos dos seus eleitores por causa de certos recuos.
Não tem choro, o recado do eleitor foi para seguir o Norte da direita. 
Que situação, rapá...

Governo devia chamar médicos venezuelanos.
Livrará muitos da ditadura chavista e devem ter uma qualificação melhor que a cubana. 
Que situação, rapá...