Segunda, 29 de Janeiro Que Situação por Flávio Rezende

De Anitta e Brastemp

Gosto muito de ler e prefiro sempre filmes históricos, baseados em fatos reais, além de valorizar aspectos culturais que privilegiam a criatividade. Também flerto com a genialidade dos grandes ícones do planeta.
Mas reconheço que a média planetária ainda está em nível sofrível, merecendo estes seres aí situados, de diversão e entretenimento.
Digo isso para informar que ataques de soberba as manifestações culturais com letras mais próximas do cotidiano dos grandes aglomerados urbanos, com melodias fáceis e de absorção imediata, não são maneiras civilizadas de resolver a questão.
Vamos aos poucos inserindo os seres em ambientes com musicalidade mais trabalhada e letras mais edificantes, porém respeitando o tempo de cada um.
E também onde muitos criticam, existem ritmos muitos legais e dançantes, como em Anitta por exemplo, que faz balançar, provocando felicidade interior, mesmo que as letras não sejam lá essa Brastemp toda.
E muitos pseudo intelectuais que baixam o pau na cultura do baixo clero, se deslumbram diante de fezes, achando que toda bosta é arte.
Que situação rapaz...

COMPARTILHE