Domingo, 15 de Abril Meus escritos por Flávio Rezende

Escritos da Alma - um rapazinho para chamar de meu

Acordo meio amolecido diante de sintomas de uma possível gripe, mas feliz e muito realizado.
Com o café fumegado e o sanduíche comido, repassei os últimos sete dias, percebendo o quanto a vida está agitada.
Sábado passado foi um bafafá de um cabra sem querer se entregar, dia seguinte sentamos para cantar parabéns para Deinha, ontem o boletim de Mel cheio de notas altas fez o sol abrir, possibilitando levar um grande grupo de jovens da Casa do Bem para passeios e almoço em Pirangi e, acordo neste domingo, já anunciando que é dia de festa para meu amado rapazinho, hoje servindo no NPOR do Exército Brasileiro e cursando nutrição na UnP.
Como sou canceriano, sempre adorei coisas da família. Amo muito meus saudosos pais, irmãos, esposa, filhos, amigos e a vida.
Sou um apaixonado ambulante, que tenho minhas raivas, mas ocupando muito mais espaço com o amor que o contrário.
Por ser assim ansiei por filhos e Gabriel Kalki só veio quando já tinha 37 anos. Chegou muito bem, tem um jeito meigo de ser, calmo, equilibrado, cordato, faz bons amigos e se relaciona maravilhosamente comigo e sua mãe.
Apesar de novo já batemos perna pelo planeta e pelo Brasil, ele já presenciou milhares de ações sociais, passou por uma separação de maneira muito madura, e hoje eu, sua mãe, Deinha e Mel, somos praticamente uma família, não existe nenhum tipo de problema e juntos construimos uma base sólida para que Kalki possa crescer e ser feliz.
Namorando há muito tempo Laís, com seus pais o tendo como um filho também, e muito, muito amado por todos os Rezendes, Tinocos, Franças, Brownes, Costas e Dantas, segue altivo em busca do seu futuro promissor.
Gabriel já morou em Boston, circulou pela Europa, tem talento no futebol, facilidade em outras áreas e tem o mais importante para vencer: amor, muito amor, de tudo e de todos.
De minha parte, tenho um rapazinho lindo, para chamar de meu.
Parabéns meu amor, painho te ama muito, seja bem feliz.

Flávio Rezende aos 15 dias, mês quatro, ano dois mil e dezoito.7h.

COMPARTILHE