o espaço das minhas coisas

Domingo, 03 de Março Meus escritos por Flávio Rezende

Escritos da Alma - uma genuína alegria

De uns tempos para cá venho direcionando tempo e energias diversas para a realização de eventos sem fins lucrativos.
Muitos sociais, alguns devocionais, literários e outros no âmbito jornalístico mesmo.
Por trás de cada evento ou ação existem inúmeras providências, gastos monetários, embaraços, nós a serem desatados, tempo, coisas que muitas vezes causam insatisfações, apreensões e nos deixam chateados. 
Apesar dos aspectos negativos, inerentes a quase tudo na vida, o prazer, alegria, satisfação e contentamento interior, advindos dos eventos realizados, tornam suas existências válidas e o gozo cósmico que produzem não encontra semelhança em nada que o mundo material proporcione, potencializando assim o desejo de empreender neste sentido e realizar coisas com este formato.
As ações que visam ao lucro acarretam ganhos financeiros que, por sua vez, são empregados para o prazer dos sentidos.
O atalho para acessar o prazer, no maior dos sentidos, o mental, está disponível para quem faz as coisas com amor e trabalha com carinho e boa vontade. 
Os festivais orientais, o bloco Cores de Krishna, os livros lançados e a Casa do Bem, entre outros movimentos, alcançam a plenitude do regozijo mais profundo, por serem planejados com a régua do benquerer e executados com a intenção do amor universal. 
A felicidade é tão abrangente que cria pontes diversas para que muitas pessoas possam chegar. 
Uns usam as escadas do dinheiro. Outros vão direto na fonte.
Um bom carnaval para todos.
Luzzzzz

 

COMPARTILHE