Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.
Sábado, 02 de Dezembro Meus escritos por Flávio Rezende

Escritos da Redinha - revendo almas queridas

Escritos da Redinha
-revendo almas queridas-

Como de costume logo cedo estava diante do bule fumegante, no velho e querido fogão manual. Depois do prazer cafezal parto para resgatar a pequena Mel da tradicional Noite do Pijama, do Over Colégio e Curso.
Como a noite é de diversão, Mel já chegou querendo dormir, me dando passaporte para pegar a moto e partir.
E fui ao Forte mergulhar, antes porém ajustei o som e curtindo Beatles, Dylan, Janis e Harrison, sai fotografando a vegetação litorânea, peladeiros, mangue e a passarela do Forte, incluindo o nosso patrimônio histórico.
No caminho revejo Messias e Nana, dois pais de família, guias de turismo há décadas, que conheci meninos buchudos no mesmo lugar.
Com o tempo fui tendo oportunidade de ajudar a dupla de diversas formas, papeando com eles sobre passagens em comum, traçando planos de divulgação dos seus ofícios e trocando gentilezas e afagos.
Ao retornar para a moto, com o coração gratificado e repleto de boas energias, produzidas naquele encontro mágico e especial, fui lembrando de dezenas de pessoas simples que a vida oportunizou encontro, e com as quais interagi e pude de alguma forma ser útil.
Lembro do pipoqueiro Valdenício da Praia dos Artistas, de dona Maurina e Ciço blogflaviorezende.com.br

Excelente fim de semana e grato pela leitura.