Domingo, 22 de Abril Meus escritos por Flávio Rezende

Escritos da Terra - um dia para festejar

Acordo neste domingo de festa feliz por poder usufruir várias coisas a nós ofertadas pela mãe Terra.
Em seu dia de parabéns, como uvas, trigo, tomo café, água e parto para uma ação social/ecológica, de distribuição de mudas, uma iniciativa da alma ativa de Haroldo Mota e dos colaboradores da ONG Baobá.
Os discursos enalteceram a beleza da Terra, nossa cidadania planetária, poesias foram recitadas, o amor exaltado, as ações ambientais enfatizadas, até que os presentes animados, partiram para a entrega de mudas aos motoristas de carro, transeuntes e frequentadores de um supermercado.
Como é bom cuidar do lugar onde moramos, estar ao lado de pessoas que amam, que protegem o meio ambiente, que não só falam e reclamam, mas, principalmente atuam.
A Terra é onde moramos, trabalhamos, criamos nossos filhos, passeamos, é de onde retiramos nossa subsistência, enfim, é abrigo, proteção, lazer, alimento e razão de ser.
No seu dia deixo minha satisfação em ser um terráqueo, minha alegria em aqui residir, existir.
Feliz dia do Planeta Terra, um espaço, um abraço, o amor como deve ser.

Flávio Rezende aos vinte e dois dias, mês quatro, ano dois mil e dezoito. 10h55. Cidade do Natal.

COMPARTILHE