Sábado, 28 de Abril Meus escritos por Flávio Rezende

Escritos de Ponta Negra - relações intertotais

Acordo para fumegar café, comer integralidades e frutas e, principalmente amar e ser feliz.
E as primeiras cenas facilitam esse desejo de interagir positivamente com as cercanias, quando vejo a esposa Deinha em cuidadoso amor com as cadelas Chica Linda Donzela Shokita Browne Kalki de Rezende e Lola.
Observando ela nas cuidâncias, revolvi a mente a noite anterior, repassando pelo juízo as cenas de tigres na Índia, em documentário do Globo Repórter.
Os animais observavam os humanos desinteressadamente até que um percebeu o outro. Lentamente foram se aproxegando, avaliando, até que o onço pensou logo em sexo e a onça deitou e disse: quero não taradão, preciso do meu tempo para cuidar das crias. Quando elas se virarem sozinhas, eu me entrego aos prazeres sensuais com você.
Pois bem, depois parti para a caminhada em Ponta Negra e, assim como as onças, passei a ver vários semelhantes se aproximando.
Normalmente as pessoas ficam sérias e algumas espontâneamente demonstram vontade de criar uma conexão que possibilite espaço para um bom dia, um sorriso, um olá.
Como adoro estabelecer links, amo trocar olhares carinhosos e estou sempre pronto ao projeto de pontes, aderi a uma técnica que vem dando certo.
Primeiro você olha a pessoa nos olhos. Quando os dela batem nos seus, naqueles milionésimos de segundos, você levanta a cabeça bem pouquinho e desce mais rápido, exibindo concomitantemente um sorriso.
O conjunto da obra revela respeito, abertura para a amizade, reverência e é um gesto explícito de que estamos ofertando gentilmente ao outro ser, o que temos de melhor, ou seja, nossa alegria, nossa saudação por um dia feliz e nosso interagir, eliminando o egoísmo de uma passagem neutra ou de uma ultrapassagem seca.
Pensando em Deinha e suas cadelas, nos tigres indianos e no balançar cabeçal com o sorriso geral, encerro este escrito sabadal, desejando que possamos ter com todos os animais, saudáveis relações e, com nossos irmãos humanos, maravilhosas interações.
Um fim de semana feliz e cheio de conexões.
Luzzzzzzz.

Flávio Rezende aos vinte e oito dias, mês quatro, ano dois mil e dezoito. 8h25. Praia de Ponta Negra.

COMPARTILHE