o espaço das minhas coisas

Domingo, 28 de Junho Bafafá por Cid Montenegro

História com Cid Montenegro

HISTÓRIA. Essa foto tem 9 anos. O saudoso Ferreira Gullar. Intelectual, conheci no apto do meu amigo Nelson Rodrigues Filho. Aliás, em Nelsinho bons domingos passei. Conheci muita gente, convivi e aprendi.

Graças a Deus convivo com pessoas de várias faixas etárias, sempre digo que os mais velhos eu aprendo muito e peço licença para discordar. A maioria os filhos meus amigos tem mesma idade minha ou pouco mais ou menos. Voltando a Nelsinho, lá conheci Mário Lago, Mariozinho, entre outros.

Todos comunistas, só eu e o Coronel Alceu que, quando Capitâo foi ajudante de ordens do presidente Costa e Silva erámos direita. Gullar era vascaíno. Muito amigo de Luiz Carlos Prestes, contou muitas histórias, falava muito de momentos amargos que passou na vida. Um homem de poucas risadas, mas quando falava em cultura e conhecimentos gerais, dominava, eu claro, calado.

Eu defendendo o regime militar, ele falava muito em Frederich Engel e Karl Max. Na música falamos muito em Silvio Caldas amigo do meu adorado pai. Também em Orlando Silva, Chico Alves, Vicente Celestino, Nelson Gonçalves, do genial Ari Barroso, Noel Rosa, Cartola, Adelino Moreira , Lupicinio Roxrigues e tantos.

Agradeço meu adorado pai que me ensinou tudo isso. Ele me disse que o maior jogador que viu jogar foi Zizinho, o maior ataque foi do Santos : Dorval, Mengalvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Falou que o maior lateral foi Newton Santos, o melhor time foi o seu Vasco de 1950, o Expresso, que tinha 7 jogadores titulares da seleção brasileira.

O melhor goleiro foi Manga e o melhor treinador foi Freitas Soliche. Chamava Joâo Havelange de o desportista do século. Eu perguntei sobre Garrincha, ele respondeu : " O Mané nâo era normal, era mágico. " Odiava ex presidente Médici, se referia a ele como : Adolf Garrastazu. Eu elogiando Carlos Lacerda ele disse : " O Lacerda brilhava na oratória, sem igual, porém o brilho desaparecia no conteúdo dos seus discursos.

Esqueceu tudo que o pai o ensinou, era tão radical que chegava ao desespeiro". Concluiu. Disse que o nordestino que mais admirava era Miguel Arraes e o que mais detestava era Antonio Carlos Magalhães. Certa vez jantando na Fiorentina eu perguntei em relação a Brizola ele falou : " Montenegro, o Leonel era meu amigo, tinha um grande ideal, inteligente e capaz, foi devorado pela Globo e governo federal, todavia cometeu erros no segundo governo.

O QI do Brizola era o Darcy, o maior educador da história, só nâo foi governador porque em vez de visitar eleitor, optou pelas mulheres da vida. Eu disse : O maior educador da história ? E Gustavo Capanema avô do meu amigo Custa vinho ? Ele : " O Capanema foi genial, mas o Darcy além de genial, era criativo e inovador ". Eu falei sobre Dinarte Mariz e ele disse : " Desculpe que era da sua terra, mas esse era da turma do Golberi, cassou o Aluizio Alves que era detentor da devoção do povo potiguar e foi um dos maiores poderosos da ditadura." Eu defendi Dinarte que era um homem de bem , ele respondeu : " Nâo entro nesse mérito nem valor de juízo, mas pertencia a Arena, uma sigla que plantava o sim e obrigava os outros dizer, sim senhor.

Exilou valiosos patriotas, cassou, torturou e matou". Nos colocou covardemente na clandestinidade. " Nesse momento vi que ele estava literalmente emocionado e voltei a falar de futebol. " Outra vez ele me disse : " Montenegro, você é um menino com idade de ser meu filho, tem um conhecimento geral extraordinário, notória sabedoria de fatos que marcaram a história do país, conhece a todos, fala com propriedade, você é brilhante.

Porém você é teimoso, radical, uma pena zer tão jovem e tão reacionário e achar que tudo do Flamengo é o melhor do mundo". Concluiu : " Mas gosto de você, aliás, todos nós aqui gostamos de você e ressalto sua sinceridade, desapego ao poder, sua educação/ berço, ser probo e leal aos amigos. " Encertando, essa é mais uma história conto a vocês. Obrigado pela atençâo de sempre. Cid Montenegro. Bom domingo. Paciência, tudo vai passar.

 Ps. Desculpem erros de tecelagem e até de concordância. Não faço revisão.

COMPARTILHE