o espaço das minhas coisas

Quarta, 18 de Novembro Variedades por Luciano Capistrano

História com professor Luciano Capistrano

Largo Ruy Pereira 

 

A cidade e seus lugares de sociabilidades, espaços instituídos ao longo do tempo, a ganhar significados e a ressignificar suas identidades e elo de ligação com a comunidade. É comum, ter estes lugares como referencias identitárias de uma determinada região. O Largo Ruy Pereira, conhecido pelo tradicional bar do “Zé Reeira”, localizado no bairro Cidade Alta, compõe com outros espaços do Centro Histórico, uma “rede” de possivel incentivo a cultura. O Beco da Lama, a Travessa Pax, a Praça Padre João Maria, são ao lado do Largo Ruy Pereira, entre outros, lugares onde ocorrem eventos dedicados as artes, transformando assim, em um atrativo do turismo cultural. A ação de preservação do Patrimônio Cultural tem que ser uma busca constante, através de um diálogo permanente entre a gestão pública e os diversos setores da sociedade. Fazer um centro histórico pulsante é pensar na relação de pertença da comunidade com o “bem” a ser reconhecido como patrimônio. Eis um belo exemplo a ser seguido, inclusive ao pensar nas parcerias público/privadas na perspectiva de se implantar políticas de geração de emprego e renda.

Projeto: Das ruas às redes – Quinta da História.

(Texto e foto: Professor Luciano Capistrano)

COMPARTILHE