Sexta, 04 de Maio Que Situação por Flávio Rezende

O mantra petista agora é "discurso de ódio"

O novo mantra do petismo e demais telettubies aliados é dizer em todo post contrário e crítico ao Lula/PT, que é discurso de ódio.
Quem acusa os demais de ter ódio, podia mostrar para justificar uma postura santa, do bem, mas navegando no face dos acusadores percebemos ódio deles pelos empresários, ruralistas, héteros, brancos, universitários das privadas, políticos que não sejam do PT, coxinhas, intervencionistas, bolsonaristas, leitores da Veja, telespectadores da Globo, turistas nos EUA, frequentadores da Disney, residentes temporários em Portugal, transeuntes da Avenida Paulista, médicos, jornalistas que não amam o capo, enfim, odeiam centenas de coisas, mas se acham no direito de acusar apenas quem critica Lula e o PT.
Essa semana comigo o mantra tem sido esse, todos, como que orquestrados, com esse papo furado de discurso de ódio.
Já disse e repito aqui que não sou do bem, essa definição é dada pelas pessoas a partir da percepção delas das ações humanitárias que faço, não me chamo assim e nem quero esse título, então não venham com mimimi, escrevo o que quero, da forma que quero e o bem que faço não tem a ver com isso, é questão pessoal.
E querem saber mais, quem está vindo com esse mantra tentando me desqualificar, para provar que não tenho interesse nenhum nessa coisa de ser bonzinho, estou mandando para aquele lugar.
Vão se lascar para lá almas odientas.
Que situação, rapaz...

COMPARTILHE