Sábado, 19 de Maio Que Situação por Flávio Rezende

Posts diversos

Os petistas revoltados e cheios de ódio, todos os dias batem em alguém como remédio para suas raivas internas e iras constantes, quando lembram que o ídolo deles, o Santo do Guarujá, continua lá nas grades curitibanas.

O líder do Partido do Ódio, aquele que ganha grana pública fiscalizando posts alheios nos cafezinhos chiques dos shoppings, pescando wi-fi e não consumindo nada, falou que o pessoal da filantropia é picareta.

As entidades mais eficazes da cidade foram fundadas ou dirigidas por pessoas muito conhecidas e queridas no RN e, nunca, ganharam grana ou foram remuneradas por seus serviços. São de fato do bem.

Mas eu conheço várias ongs com DNA petista, que só viviam com recursos públicos e sei que alguns políticos tiveram suas campanhas irrigadas ou por grana dessas ongs, ou auxiliadas por pessoas que recebiam delas.

Mas isso o bajulador mor não tem coragem de dizer, pois as pessoas de bem, ele sabe, só ficam tristes com seus posts insanos, já os outros, chegam a mandar dar uma surra e, em alguns casos, sumir...

Ave Maria, que situação, rapaz...

 

Assisti ontem o documentário O Processo, sobre os bastidores do impeachment de Rousseff.

Parece encomenda de Hoffman e Lindinho. Os dois e mais alguns petistas, só faltam aparecer escovando os dentes.

É uma peça publicitária, mas revela algumas reuniões dos petistas, com certas revelações, como a de que os governos Lula e Dilma não recebiam como deveriam, os movimentos sociais, e negavam sistematicamente suas reivindicações.

Foi dito ainda, com todas as letras que houve roubo e se governou como os demais, que hoje são combatidos.

A sala estava com muitos militantes. Se em alguns momentos xingaram Aécio - pois estou em Belo Horizonte e foi aqui que assisti, no fim saíram mudos com revelações tão fáceis de perceber, mas ditas alí, num documentário claramente de propaganda.

Que situação, rapaz...

 

Indo para o trabalho observo um adesivo num carro dizendo que mais impostos significa violência. 

O Estado tem sido o inimigo. Cobra muito e entrega pouco. Em tudo que fazemos pagamos altas taxas, impostos, isso e aquilo, enquanto o Estado, através dos políticos, não emagrece.

Ontem li que o atual governo do RN já passou o anterior no pagamento de diárias, ai lembro o lance dos mártires, a ruma de diárias, muitas das quais sem necessidade e, o que estamos vendo, nada de turistas, excursões, a não ser regionais, que teriam com ou sem esse babado todo de canonização.

O Estado inventa uma ruma de palestras, seminários, manda o povo para lá e para cá, inscrições, passagens, hospedagens e não vemos crescimento nenhum, observamos sim é muita gente ruim solta por ai, muitos ladrões de todos os tipos, ruas esburacadas, falta de iluminação, colégios e hospitais sem estrutura, mas tem algumas ilhas com sabonetes líquidos cheirosos, toalhas de mão, banheiros brilhando, móveis coloniais, no judiciário, nas assembleias, câmaras, Senado, nas governadorias, palácios...

Que situação, rapaz...

COMPARTILHE