Quinta, 22 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Posts diversos

Acordo para a vida e zapeando por grupos de Watts vou vendo considerações sobre a Black Friday. Uns indicando, outros alertando, quando leio um atrás de botecos com promoção e, outro, pasme, querendo saber se haverá promoção de periquitas em algum estabelecimento de recursos masculinos. 
Venho percebendo o crescimento vertiginoso dessa invenção americana, mas jamais imaginei que chegasse a tanta penetração. 
Que situação, rapá...

A lei do Karma preconiza que toda ação corresponde a uma reação. 
Os nomeados por Bolsonaro em algumas áreas são as pessoas mais capacitadas para buscar reparar danos ao patrimônio público e identificar malfeitores. 
Até nas relações exteriores o cabra vai caçar corruptos. Ponto positivo máximo. 
O brasileiro foi sacaneando demais por pessoas em áreas diversas e só a punição inibirá continuidade. 
Fico imaginando se Haddad tivesse vencido. Certamente estaríamos assistindo um desfile de nomeações para fazer justamente o contrário. 
Seria o paraíso da impunidade, a soltura dos indecentes, o governo dos corruptos. 
Ave Maria, que livramento tivemos.
Que situação, rapá...

Uma amiga querida e feliz foi barbaramente morta no interior. Outra amiga queridíssima foi assaltada na UFRN, setor II, batalhadora incansável, assisto todos os dias notícias tétricas de mortes, assaltos, estupros, violências. 
Não acho que a educação vá inserir esses monstros no mundo do arrependimento. Vejo impassível eles tendo mais chances de repetir erros, fazer mais vítimas, ampliar maldades, dobrar vítimas, emparedar seres, matar mais, roubar muito mais, sob a advocacia das esquerdas, a benevolência dos direitos humanos, a complacência dos padres e petistas boffianos. 
Queria não ter razão, não pensar assim, não chegar a essas conclusões, mas a realidade é uma, filosofia outra. 
Se for pelo ideal educacional e religioso, assistiremos desfile de funerais, rezas em profusão, mortes em duplicação. 
Bandidos só com reclusão, penas severas, restrição de liberdade, eis a realidade. 
Que situação, rapá...

COMPARTILHE