o espaço das minhas coisas

Sexta, 24 de Maio Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Assisto vários filmes, séries, observo, penso e percebo o dinheiro como o Mestre, mola mestra, indutor, sedutor, na vida privada, seara politica, esfera profissional.
Religião, ética, são detalhes, grande MAIORIA se rende ao poder do verdadeiro 666, a grana, o capital, está no Vaticano, Planalto, Medellín, Casa Branca, La Moneda, Politburo, Conselho da ONU, Casa Rosada, Kremlin e parlamentos. 
Grana move o mundo, determina fatos, formata posições, o resto são detalhes, adereços, molduras, justificativas, decorações. 
E isso para todos os lados e interesses.
Que situação, rapaz...

A esquerda passou ao longo dos anos uma imagem de preocupação com o povo, mas uma lupa revela que o discurso é teórico e a prática é de modus vivendi burguês.
Na UFRN são socialistas nas aulas e nas apostilas e pródigos em gastos nas viagens e solicitações. 
Viagens não são poupadas, professores chegam todos os dias com diárias, hotéis e aviões para palestras de horas.
O povo é um detalhe e o empoderamento de suas progressões funcionais e aulas presenciais totalmente fora do controle.
A grana rola e a noção de economicidade, praticidade e custo/benefício, uma besteira do capitalismo. 
Até uma fundação quebra galho para posse egóica.
Quando é hora de mostrar renuncia, o ouro reluz e a hipocrisia assume.
Que situação, rapá...

Como tem grana para bancar posse, creio que seria correto a Funpec mostrar seus projetos executados e importância dos mesmos.
Não creio que uma posse seja algo relevante que justifique aporte financeiro diverso. Se isso for relevante, o resto fica suspeito. 
Será a Funpec um apêndice do poder universitário para resolver pedidos nada republicanos?
É só uma pergunta. 
Que situação, rapaz...

COMPARTILHE