Terça, 06 de Fevereiro Notícias por Flávio Rezende

Sábado tem Cores de Krishna com muita energia positiva no Polo Ponta Negra. Todos convidados

Bloco Cores de Krishna afinado para cantar mantras e afoxés, sábado, no Polo Ponta Negra

Inspirado no bloco mineiro Pena de Pavão de Krishna e no MantraCatu pernambucano, o bloco Cores de Krishna surgiu em Natal e desfila pelo segundo ano consecutivo, no Polo Ponta Negra, sábado de carnaval.

Idealizado pelo jornalista Flávio Rezende e pelos devotos Nithay Chand e Radha Gopali, o bloco logo ganhou a simpatia da comunidade vaisnava nordestina, atraindo devotos, simpatizantes e curtidores da cultura oriental, que juntos vão atrás de um grupo de alunos de escola pública em Pium, em boa batucada sob comando do maestro  Nathan Medeiros, com cânticos mântricos e muito Hare Krishna sob a batuta de Vrindavana Das  (MantraCatu/PE),  Gouranga Das (Iskcon-Índia) e Brahmarsi Das (João Pessoa).

Os foliões saem do restaurante lacto/vegetariano/vegano Samosaria Hare, onde pintam as faces de azul, vestem sáris e túnicas indianas, colocam turbantes e demais acessórios da cultura oriental, continuando na Praça dos Gringos, seguindo depois para o Praia Shopping, onde o cortejo termina.

Alegorias com Krishna e Radha e Senhor Jagannatha acompanham o bloco que não cobra participação, apenas sugere indumentária relacionada, e pede que se evite consumo de álcool, drogas e atitudes negativas em reverência a proposta de paz, boa conduta e energia positiva a que se propõe.

Serviço:

Bloco Cores de Krishna

Sábado de carnaval – Polo Ponta Negra

Concentração: Samosaria Hare - Av. Praia de Búzios, 9128 - Conjunto Ponta Negra. Das 15h30 às 16h30.

Saída – 16h30 em direção a Praça dos Gringos onde fica dançando e cantando até 18h30, quando sai em direção ao Praia Shopping.

Mais informações pelos fones 84-9.9902.0092/9.9637-6680 e 9.9677-5032.

Atrações: alegorias e batucada de alunos do Pium com maestro Nathan Medeiros e vocais com Vrindavana Das  (MantraCatu/PE),  Gouranga Das (Iskcon-Índia) e Brahmarsi Das (João Pessoa).

COMPARTILHE