Quarta, 10 de Janeiro Meus escritos por Flávio Rezende

Tenho UMA luz no céu

No céu existia uma estrela
Mas era apenas uma
As vezes, mesmo cheia de amor
Sentia um certo vazio
Hoje chegou mais uma
Agora somam duas
Uma jamais se sentirá sozinha
As estrelas são agora mais
E em sendo mais
Sendo duas
Suas formas
Brilharão
Unas
Bastou o tempo de uma
Chegou o tempo de duas
Papai e mamãe
Mamãe e papai
Ao longe se fundem
Só vejo uma
A minha estrela una existe
E ilumina
Para sempre
Se como observador sou um
Verei as duas
Como UMA

COMPARTILHE